¡Hola!  

Você tem dificuldade com a pronúncia em espanhol?

Bem sabemos que o espanhol possui algumas letras que parecem muito complicadas de serem pronunciadas. O que muita gente não sabe é que há diferentes formas de pronunciá-las dependendo do país onde se fala o espanhol.

E isso pode prejudicar muito a aprendizagem, já que as vezes as pessoas ficam tão preocupadas em falar corretamente, que isso acaba atrapalhando a sua comunicação. Isso acontece porque uma pronúncia pode ser certa em um país, mas errada em outro.

Então vamos ver as principais dúvidas de pronúncia em espanhol em que os brasileiros mais têm dúvida, e você verá que não é tão difícil quanto parece. 

Dúvidas de Pronúncia em Espanhol:

“LL” e “Y”

Essas duas letras possuem uma pronúncia em espanhol praticamente igual entre as elas. Porém mudam a maneira de falar conforme o país. Por exemplo elas podem ser pronunciadas tão suavemente como um “i”, passando por um som de “j” ou “dj” em outras regiões e em certas localidades. Um exemplo é a região rio-platense, onde pode-se ser pronunciadas como o nosso “ch” bem forte. Nenhuma dessas pronúncias está incorreta, são apenas sotaques (“acentos” ou “tonadas” como se diz em espanhol).

Dica: É importante esclarecer que ambas as letras possuem a mesma pronúncia. Exceto no caso de regiões em que o “LL” é pronunciado com um som parecido com o nosso “LH” do português e que o “Y” não terá este som. Essas pessoas costumam pronunciar o “Y” de forma leve.

Confira no vídeo abaixo a pronúncia das letras:

 

 

“C” e “Z”

Há quem diga que se o “Z” e o “C” não forem pronunciados com a língua entre os dentes como o “th” do inglês, não estarão sendo pronunciados corretamente. Isso não é verdade. Essa forma de pronunciar as respectivas letras é utilizada mais na Espanha.

Na América Latina, por exemplo, o som deles é como o som dos nossos “ss” (lembrando é claro que o “C” terá este som apenas se seguido das letras “e” e “i”), em que têm um som forte e sem a língua entre os dentes. E não pense que há algo errado nisso, pois definitivamente não há.

Dica: no espanhol não existe som fraco do “Z” ou do “S” como para nós. É sempre forte.

Confira no vídeo abaixo a pronúncia das letras:

 

“R” e “RR”

Sabemos que o “r” no começo das palavras em espanhol é forte e devem produzir um tremor na língua, assim como as palavras que têm “rr” no nosso idioma. Também é importante lembrar que não se deve pronunciá-lo como o nosso “R” no início das palavras em português, pois esse som é o mesmo que o do “J” e do “G” ( antes de “E” e “i”) em espanhol.

As letras “J” e “G” (antes de “E” e “i”) não possuem variante, ou seja, sempre serão pronunciadas com um som gutural, assim como o “R” em português, que tem o som de como a maioria dos brasileiros pronunciam “roupeiro” ou “carro”. Mas atenção: nunca deve-se pronunciá-las como o som do “R” em português no meio de palavras, como acontece em “carinho”, ou o som do “RR” em espanhol, como na palavra “roto” (quebrado).

No caso do “R” em espanhol sim, podemos ter variantes, como por exemplo em regiões da Bolívia em que há nativos que pronunciam o “R” como os norte-americanos, meio enrolado, como no verbo “rest“, em inglês. E você irá dizer para eles que estão errados?

Dica: Isso não quer dizer que esteja incorreto ou que não seja possível a comunicação entre eles. Afinal, apesar dos sotaques e talvez algumas palavrinhas e expressões que mudam, a comunicação continua existindo perfeitamente.

 

 

“V” e “B”

Essas letras parecem difíceis de ser pronunciadas, pois aprendemos que são pronunciadas da mesma forma e que o som fica entre um “b” e um “v”.  Seria como se tentássemos pronunciá-las ao mesmo tempo, suavemente e sem fechar totalmente os lábios.

Isto é verdade porém se você viajar e conhecer pessoas de diferentes países, perceberá que há países que falam elas igualmente. Já em outros elas são pronunciadas de forma diferentes e com som realmente de “B” e de “V”. E ainda há  outros que falam ambas com o som de “B” forte e vice e versa.

Você encontrará também aulas na internet que dirão que em certas situações (como por exemplo, em começo de palavras ou após as letras “m” e “n”) se pronuncia mais o “B” e em outras mais a mistura dos dois e mais leve.

Dica: Você não precisa perder seu sono se preocupando com isso. Pronuncie da melhor forma que puder levando o que aprendeu em consideração e o resto você vai pegando a praticando.

Confira no vídeo abaixo a pronúncia das letras:

 

Espero que você tenha gostado e aprendido com as dicas deste artigo.

Se você gostou deixe um comentário abaixo dizendo o que achou e quais as suas dúvidas.

E baixe AGORA o nosso LIVRO DIGITAL: Os 7 Erros Mais Comuns dos Brasileiros ao Falar Espanhol.

Mas não pare por aqui! Se você gostou deste conteúdo poderá ver mais dicas na nossa página do Facebook   e no nosso INSTAGRAM

Até a próxima!

VEJA TAMBÉM: Como pronunciar melhor em espanhol